O que falta

Todas as cartas de amor que hoje repousam em alguma gaveta velha e as que não foram nem escritas pelo medo da resposta. As rasgadas, queimadas, manchadas de água dos olhos ou caneta ruim. Todos os sentimentos ridículos que só são ridículos pelo tamanho da verdade, pela vontade de dizer sem motivo e mil vezes. Todas as ressacas desnecessárias das noites vazias, que seriam tão facilmente evitadas, que por pouco não são preenchidas de romance e música. Todas as palavras certas da pessoa errada e todas as pessoas erradas que insistem em tentar me fazer feliz quando são incapazes por natureza. Os risos forçados que geram lágrimas no travesseiro, as danças vazias que geram um vazio ainda maior. Os finais de semana que doem o resto dos dias. A mentira que preenche de ar o que devia ser companhia. A amargura que cresce rancor por coisas pequenas e afáveis dos que são capazes da felicidade. É por isso e talvez por mais algumas coisas que não tem nada aqui dentro.
Porque todo o sentimento que faz bem só existe pros outros, pros bonitos, pros inocentes, pros que se deixam levar e são felizes desse jeito. Eu não. Sou artista, sou mentira, sou intensidade. Não consigo aceitar pouco. Tem gente que vive de jogos porque rebaixa o amor à adrenalina, porque acha que o pressuposto dos relacionamentos é sofrer. Eu não sou assim. Não gosto de solidão a dois.

Eu tenho tentado, inutilmente, ser melhor. Me perdi no caminho e não posso voltar ao que era, tampouco posso parar de seguir em frente. Então deve haver uma maneira de evoluir sem perder o direito de sentir. Crescer sem perder a esperança nas pessoas. E aprender isso sozinha é triste: torna todo o resultado inútil.

Leia todos os textos de Verônia H.

19 comentários:

Maria Beatriz de Castro disse...

Eu aprendi que nós devemos ter esperança nas pessoas, mas não em todas. Tem gente que simplesmente não-vale-a-pena. Solidão a dois é pior que solidão com seu cobertor. Porque pelo menos com o cobertor você é aquecido. Não sei de onde tiraram essa máxima de que amor é triste. Eu ainda busco o amor feliz e mútuo, sem essa sofreguidão frequente. Já me submeti a esse amor gélido, e afirmo que não valeu a pena como achei que valeria. Enfim... é a vida! Obrigada por me seguir e visitar, estou seguindo também e sempre estarei aqui! Beijinhos

http://biacentrismo.blogspot.com

Isabela disse...

Obrigada flor pela visita. adorei o post beijos isa

http://instyllee.blogspot.com

Nath! disse...

Olá, estou seguindo seu blog, segui o meu também http://nathmania.blogspot.com/ : )

✿ Luh Flor de Mulher ✿ disse...

Oi linda!!!
Vim agradecer a visita lá no Blog "Seja super Bem-Vinda!!!
E claro não poderia deixar de vir te conhecer e conhecer seu Blog...
Está tudo muito lindo por aqui...(fora o tricolor rsrs')
Já estou seguindo tá! quero estar sempre atualizada de tudo o que rola por aqui.
Esse texto do post é lindo...parece que li palavras minhas...as vezes me sinto assim...mas tenho muita fé em meu coração e sempre acredito que tudo vai dar certo!

Fique com Deus Paullyne
Um beijo no seu coração
Luh

Rosemeire Aloy disse...

Adorei O Post
Bjus
www.cantinhodimulher.blogspot.com

Dry Lima disse...

Que texto lindo *-*
Apaixonante.
Obrigada, fico feliz que tenha gostado do PG.
Espero te ver sempre por lá.
Também amei aqui ♥
Tem post novo lá.
Beijos,
http://paradiisegirls.com
@paradiisegirls

Jaqueline Guerreiro disse...

Muito boa a qualidade das fotos! hahaha

"Eu não. Sou artista, sou mentira, sou intensidade"
Ai que texto lindo, um tanto nostálgico, coisa de poeta.

bjs
http://somecontroversy.blogspot.com/

Alana Barreto disse...

Nossa! Muito lindo o texto!
Flor, muito obrigada pelo seu comentário! :*

www.alanabarreto.blogspot.com

Juliane Bastos disse...

AhhH Paullyne, ameei seu blog, retribui a visita e com toda a certeza já estou seguindo. obrigada por suas palavras viu, seu cantinho é perfeito. Sucesso sempre amada. *-*

16 Amargos disse...

que texto bonito, eu me sinto assim '-'

http://dezesseisamargos.blogspot.com/

Anne Amorim disse...

Oi querida!
Que texto lindo! Adoro ler o que você escreve!
Obrigada por comentar lá no blog, gosto muito da sua visita.

Beijinhos...

annepinkdream.blogspot.com

Scarlett Benevides disse...

Que texto mais lindo. Profundo mesmo.
Essa parte foi a que mais gostei:
"Porque todo o sentimento que faz bem só existe pros outros, pros bonitos, pros inocentes, pros que se deixam levar e são felizes desse jeito."

Super amei seu blog.Seguindo aqui.
Passa no meu pra uma visita?

Beijos :*

http://noscontosdefada.blogspot.com/

N. Kimberlly disse...

Pirei no texto, que perfeito.
Xoxo,

blog-enlouquecendo.blogspot.com COMENTA?

Gabi Soares disse...

Nem tudo sai como desejamos.. eu amei o texto!
Beeeeijo!

http://gabisoaress.blogspot.com

Caroline Silva disse...

Lindo, lindo o texto!
Obrigada pela visita e por me seguir, já estou seguindo aqui tb, adorei seu blog!
Bj

Renatinha Araújo disse...

Ual!
Que texto, hein?!

Parabéns!

Beijos,
Renatinha Araújo.
www.glamourfeminino.blogspot.com
Twitter: @Blog_GF

Vaniteen disse...

Que texto mais profundo e lindo *-*
Beijos.

San Rodrigues disse...

Oi flor, amei seu texto, vc escreve maravilhosamente bem. Seu blog está um luxo e jah estou segundo.

@SanRodriguesS2

Bjim

http://sanrodriguess2.blogspot.com

Maria Clara Rocha disse...

"Sou artista, sou mentira, sou intensidade..."
adorei ^^